domingo, 16 de dezembro de 2012

Queijadas Donas Amélias e um convite para jantar


A Marmita é a anfitriã da 9.ª edição do passatempo "Convidei para jantar" da Ana e desta vez ela teve uma escolha muito original. Desafiou-nos a convidar um país ou uma cidade que nos toque nos coração. Pois bem, entre as cidades que sonho vir um dia a conhecer e as que já conheço só uma enche o me toca o coração. Não querendo ser facciosa nem mar interpretada não fugi de casa e apresento-vos a minha escolha... Angra do Heroísmo  cidade classificada de Património Mundial pela UNESCO.

Imagem retirada da net. 
Imagem retirada da net.

Cidade cheia de história que teve um papel importante na altura dos descobrimentos. Cidade cheia  luminosidade e cor banhada por um mar azul e translúcido. Cidade que alberga barcos e barquinhos de todo o mundo. Cidade onde reis, rainhas e piratas pisaram suas elegantes calçadas. Cidade com uma gastronomia rica que conquista todos que por cá passam. Cidade que me viu crescer e a primeira que me fez ter saudades. Cidade que me chamava todos os anos quando vivia longe e que me fazia crer que valia a pena regressar.


E como "nós" (eu e cidade) já conhecemos a deliciosa especialidade da nossa gastronomia, convidamos todos aqueles que não conhecem a experimentarem-na. É algo de extraordinário degustar uma delicada queijada com um café ou simplesmente saboreá-la.


Ingredientes:

500 gramas de açúcar
9 gemas de ovos
4 claras (batidas em neve)
200 gramas de manteiga (derretida e fria)
200 gramas de farinha de milho (o mais peneirada possível)
1 colher (de sopa) de canela em pó
6 colheres (de sopa) de mel de cana
100 gramas de passas
50 gramas de cidrão (picado muito fino)
raspa de 1 limão pequeno
1 pitada de sal
1 colher (de café) de noz moscada

Fiz assim:

Bate-se o açúcar com as gemas até formar uma massa presa, juntando-se depois a canela, as passas, o cidrão, a noz moscada, a raspa de limão e o sal.

Bate-se mais algum tempo, e quando estiver bem ligado, junta-se a manteiga derretida e fria, de seguida, as claras batidas em neve, e por último, a farinha e o mel.

Sempre que se junta qualquer dos ingredientes mencionados, bate-se a massa a fim de os ligar.

Vaza-se a massa em pequenas formas (untadas e polvilhadas) e vão ao forno , não muito quente, em tabuleiros.

Quando cozidos, retiram-se das formas e polvilham-se com açúcar refinado.

Esta é a receita original, que foi preparada e oferecida pelas senhoras de Angra do Heroísmo à Rainha D. Amélia de Orleans e Bragança em 1901 durante a sua Visita Régia. Fiz metade da receita e deram 24 queijadinhas. Estas queijadas teem a perticularidade de ficarem mais saborosas quanto mais velhas ficarem. Já as fiz à 2 semanas e estão uma delícia :)
Fonte: Blogue Delícias e Companhia da minha amiga Manuela . Também podem ver a receita no blogue da Patrícia e da Elvira, todas minhas vizinhas ;)
E é esta a minha humilde participação, que quase não chegava a tempo :)

Espero que gostem e voltem sempre.

Beijinhos


11 comentários:

  1. OH Belina que bonito post, um grande obrigada por tanto esforço e por não deixares de participar neste desafio tão perfeito da blogosfera, adorei! obrigada pelas palavras e por partilhares um pouco da tua terra.
    beijo

    ResponderEliminar
  2. Uma excelente participação, não conhecia essa receita mas gostei imenso ficaram com um aspecto delicioso.
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Obrigado por partilhares um bocadinho de Angra do Heroísmo conosco. Já visitei esta cidade e adorava voltar agora com os meus filhos.
    Adorei estas queijadas. Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Uma belíssima participação, com a nossa cidade :) As queijadas estão tentadoras. É, talvez, o meu doce preferido :)
    Beijos,
    Ilídia

    ResponderEliminar
  5. Que maravilha de aspecto, realmente estão lindas!

    ResponderEliminar
  6. Gostei imenso do aspeto destas queijadinhas e devem ser deliciosas. Hei de experimentar.
    Bj
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. Um bonito post feito com muito carinho, nota-se deste lado, por isso o achei especial:)
    Adorei as tuas queijadas, nunca provei, mas já tinha ouvido falar delas.
    Um beijinho querida.

    ResponderEliminar
  8. Ainda não tive oportunidade de ir a Angra do Heroísmo mas se Deus quiser não hei-de morrer sem ir lá e provar estas queijadas super calóricas mas não menos deliciosas.
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Uma perfeita homenagem a uma cidade que a bem merece. Pelas gentes simpáticas e acolhedoras, que até parece que estamos em casa, pela fabuloso gastronomia e pelo horizonte belissimo.
    Beijinhos, Susana, tal como eu homenageaste a tua cidade de coração.

    ResponderEliminar
  10. Adoro Angra do Heroísmo e a Terceira no geral! Tenho uma relação afectiva grande com a ilha e já lá passei óptimos momentos :)

    Provei tudo o que de bom havia para provar e as Donas Amélias não me escaparam!

    Estas ficaram com um aspecto excepcional! :)

    Já estou a seguir o teu blog :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  11. Que cidade encantadora!
    Uau, adorei essa receita, pois é muito rica e tem os ingredientes que eu adoro!
    Desejo a você e a tua família um Natal cheio de muitas bençãos.
    Abraços fraternos
    Léia

    ResponderEliminar

A sua opinião é importante, por isso não a deixe de partilhar :)